Dados divulgados pela secretaria de segurança pública do Paraná revelam que o número de ocorrências enquadradas como violência sexual cresceram 43% entre os anos de 2018 e 2019 no Estado.

A violência sexual engloba várias categorias de crimes. Os mais comuns são o assédio sexual, que geralmente acontece no ambiente profissional e a importunação sexual, quando alguém pratica qualquer ato libidinoso sem o consentimento da vítima.

Os casos mais graves são enquadrados como estrupo, como explica a delegada Eliete Aparecida Kovalhuk, da delegacia da mulher de Curitiba.

A delegada Eliete explica que o feminicídio é um crime contra a vida e nem sempre está ligado à violência sexual.

Em Curitiba, a Delegacia da Mulher é o órgão que tem a atribuição de receber as denúncias e dar sequência às investigações, como orienta a delegada Eliete.

Os homens que forem vítimas de violência sexual devem procurar um distrito policial para fazer a denúncia e iniciar a investigação dos casos.

 

Fonte: Band News FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui